NOTÍCIAS

15/12/2017
Abit realiza solenidade da Medalha do Mérito

As personalidades que se destacaram no ano de 2017 foram homenageadas durante cerimônia de entrega da Medalha do Mérito Abit. A solenidade aconteceu na seda da entidade, no dia 7 de dezembro, reunindo empresários, profissionais do setor têxtil e de confecção, entre outros convidados. 

Criada em 21 de janeiro de 2010, a Medalha do Mérito Abit busca reconhecer o trabalho e a dedicação de empresários têxteis dentro das categorias de “Destaque Exportador”, de “Destaque em Inovação e Sustentabilidade” e “Destaque Empresarial do Ano”, além da Medalha para a Personalidade Têxtil do Ano que já foi entregue para pessoas de fora do setor, mas que de alguma forma, contribuíram para o seu fortalecimento. O design da medalha foi inspirado na estatueta criada para a Abit pela artista plástica Temis de Paris. Em uma das faces da medalha está a representação, em alto relevo, de um manequim feminino desenhado por fitas e coberto por um leve tecido. A indicação e a escolha dos homenageados são feitas pelos membros de um Conselho.


Durante discurso, o presidente da Abit, Fernando Pimentel, ressaltou os avanços alcançados. “Estamos hoje aqui celebrando o encerramento de um ano muito difícil, cheio de desafios, idas e vindas. Mas, no entanto, que termina melhor do que começou”, disse. “Nosso setor mostrou grande resiliência em recuperar parte do que perdeu nos últimos anos. Fecharemos 2017 com terreno positivo. A Abit continuará sempre trabalhando ao lado de todos com muita dedicação, lealdade, competência e garra”, complementou. 

Nesta oitava edição, a Medalha do Mérito de Personalidade do Ano foi entregue ao empresário Flávio Rocha, presidente das Lojas Riachuelo e principal executivo do Grupo Guararapes. A Riachuelo é o maior conglomerado de moda do País e emprega cerca de 40 mil trabalhadores. Rocha fundou o Instituto de Desenvolvimento do Varejo (IDV) e hoje coleciona títulos como melhor CEO de Varejo pela Forbes Brasil. Empreendedor do Ano pela Revista Dinheiro e um dos 100 mais influentes do Brasil pela Revista Época. Como não pode comparecer ao evento, ele gravou um vídeo de agradecimento. 

Na categoria “Destaque em Inovação e Sustentabilidade”, a 2 Rios Lingerie foi a escolhida. Criada em 1990, em Rio do Sul (SC), é uma empresa familiar que atualmente atende todo o mercado nacional, além de vários países. A empresa acaba de lançar a primeira lingerie com proteção eterna contra bactérias e fungos. A calcinha que reduz doenças e protege as mulheres já está sendo vendida no Brasil, Estados Unidos e Japão. Em 2018 estará em mais 20 países. “É uma grande honra para a nossa empresa receber essa medalha da Abit que sempre nos recebeu tão bem e que tanto nos ensina”, destacou Matheus Fagundes, presidente da empresa.

A Fiação de Seda Bratac, fundada em 1940, foi homenageada na categoria “Destaque Exportador”. É atualmente a única empresa nacional produtora de fios de seda e tem destaque pela qualidade de seus produtos que alcançam reconhecimento nos melhores mercados consumidores de fios de seda, tais como Europa, Japão e EUA. É reconhecidamente a maior produtora e exportadora de fios de seda do Ocidente. A produção brasileira é de cerca de três mil toneladas de casulos por ano e 95% são de primeira qualidade. “É um grande orgulho, uma satisfação receber a homenagem nessa categoria. A nossa exportação, em termos de volume, é de 95% da nossa produção”, ressaltou Takao Amano, presidente do Conselho da Bratac.

Já a condecoração para o “Destaque Empresarial do Ano” foi entregue a Antonio Greco, presidente da Alpina Têxtil. O imigrante italiano, nascido em Arpino, chegou no Brasil em 1949. Depois de trabalhar em diversas empresas têxteis, montou o seu próprio negócio, aos 49 anos. A empresa, prestes a completar 40 anos, celebra faturamento de R$ 30 milhões. Com plantas em Morungaba e Votorantim, no interior de São Paulo, a Alpina produz fios, tecidos e malhas, e conta com 1,2 mil trabalhadores. “Estou muito orgulhoso de receber essa homenagem. Muito obrigado! Continuo sendo otimista e determinado a vencer os desafios que vêm pela frente”, afirmou Greco.

A cerimônia contou ainda com a inauguração do quadro do presidente emérito do Sinditêxtil-SP, Alfredo Emílio Bonduki, que passa a compor a galeria de ex-presidentes. Bonduki presidiu a Diretoria do Sinditêxtil-SP no período de 2011 a 2016.

O Sindicato também prestou homenagem especial ao empresário Ricardo Haydu, que comanda a Revista Têxtil desde 1975. A publicação tem 87 anos e é um dos principais veículos de comunicação do setor têxtil e de confecção do Brasil. 

A solenidade foi seguida do coquetel de confraternização do setor que marca o encerramento das atividades do ano. 


Reunião - Anteriormente à cerimônia, a Abit realizou a última reunião do Conselho de Administração da Entidade, em 2017. Em conjunto com o Sinditêxtil-SP, o encontro reuniu diversos empresários do setor têxtil e de confecção do Brasil e contou com a presença especial do maestro João Carlos Martins, que foi presenteado com uma tela pintada pelo artista Carlos Franco.